terça-feira, 20 de julho de 2010

Silêncio



Invisível manisfestado
Na linha não preenchida,
Silêncio contestado
Na palavra não repetida.

As mãos se perdem no invisível,
Manifestação da própria afeição.
Os lábios tremem ao toque previsível
Que lentamente nos leva ao coração.

A chama que aquece também nos queima
E sua consciência te contém por agora
Apesar de eu insistir com nessa teima,
Tudo será apenas lembrança por hora.

O invisível se manifesta
Na minha querida memória,
E o silêncio se perfaz
No tempo que demora...

9 comentários:

Lacobos disse...

Upalala,

Muito bom hein... clap clap clap

Adorei, merece parar em pubicações esse aqui ^^

E vamos escrevendo mais!
\o/

Bjs e PERSONA!

Anderson disse...

Dany! bom, o q dizer?
Parabéns! Mais um perfeito!
Onde vc arruma tanta inspiração?!

Quero sim escrever com vc, me da essa honra um dia?

Beijo

Alessandra, disse...

Muito belo esse texto....amei...me tocou profundo...bjs

www.mdemulhermoca.blogspot.com

amanda gomes. disse...

poema liiiiiiiindo *-*
;*

Tania T. disse...

Que perfeito!!
Dessa vez não sei nem o que dizer!!

Amei!! perfeito, perfeito, perfeito!! rsrs'

Desejo pra ti uma ótima semana!!

bjoO

Deni Maciel disse...

o invisivel e o silencio andam d mãos dadas mas se manifestam d formas diferentes
uma das formas mto bm textualizada aqui

parabens *-*



ótima semana
e grande abraço


ps.: se vc tiver tuiter.
tenho 2
um em que eu sigo e sou seguido [e vice conversa] @adenilsonfm
e um que só escrevo escrevo escrevo e nem sempre sigo =/
@kibesta

então fique a vontade se quiser sguir lá.
será um prazer.

agora se vc não tem.
num perde nada
kkkkkkk

Larissa Palmieri disse...

Que bonito ;) Eu não sei mais escrever poemas... Keep the good job!

beijo

Lacobos disse...

Mais mais mais!

XD

Garotinha Ruiva disse...

Sonoridade gostooooosa ;)