quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Andarilho




Andei por estradas desconhecidas
Descalço e perdido, como todos que vi
Andei por pradarias seguras
Armado e ferido, como muitos dali

Não pude sentir o calor da própria cama
Pois quem caminha, eterno é o caminhar
Não pude nem sequer me aquecer da chama
Que ausentava quando pus-me a lamentar

A Morte é lenta aos que a esperam
Mas não tarda aos que se aventuram... continuarei a caminhar...

2 comentários:

Lucas P. "Delavour" disse...

Que bonito...!

Anônimo disse...

[url=http://www.001casino.com]online slots[/url] [url=http://www.realcazinoz.com/au-online-pokies.htm]pokies online[/url] [url=http://www.realcazinoz.com/de/jackpotcity-casino-gratis.htm]jackpot city casino[/url] [url=http://www.realcazinoz.com/party-casino.htm]party[/url] [url=http://www.baywatchcasino.com/riverbellecasino.htm]river belle casino[/url]