segunda-feira, 21 de junho de 2010

Desabafo



"Mentes confusas para serem decifradas
Mãos distantes de se encontrarem
Dores profundas para serem esquecidas
Amor verdadeiro demais para ser surreal..."


Sonhos duram menos que deveriam
Lembranças rasgam mais que quero
Porque o presente é insatisfatório
Quando o coração está fora do lugar

O pó das estrelas me fará dormir
E Morpheus fechará meus olhos
Para me levar até o lugar perfeito
Pois lá seremos parte do mesmo ser

O sangue lavará todo sofrimento
Quando não haver mais calor em mim
E um abraço for demais para você

Seu fantasma me roubará cada noite
Toda sanidade que restou
Até restar eu mesma

3 comentários:

amanda gomes. disse...

poema perfeito!
;*

Drizana Ribeiro disse...

Até restar eu mesma!
Acho que não precisa dizer mais nada!
Ficou extraordinariamente perfeito!!!!!!!!!!!!!!
Bjs,Dri!

Tania Girl disse...

Uau!
Não sei nem o que te dizer...

Muito lindo e... aiai.. maravilhoso demais!! Amo ler suas poesias...

bjos'