terça-feira, 12 de janeiro de 2010

União



Duas mãos se tocam e formam um ser
Dançando no escuro, brincando de viver
Duas criaturas unidas em único espírito
Sentindo a felicidade da forma mais pura

Um beijo estala o segundo interrompido
Um olhar corta e invade seus segredos
Música divina, tal como lingua dos anjos
Corta o silêncio que se fazia no vazio

O calor invade seus corpos em alegria
Uma piada surge nesse momento
Momento sagrado e imaculado!
Nada pode os atingir agora...

A pele se mistura, os cheios e mazelas
Risos e música é tudo que se pode ouvir
Pois não há nada mais perfeito e divino
Não há nada além de dois seres em uno

Um abraço e a união
Um beijo e a despedida
Há vida e há morte
Estaremos unos em ambos!


Por toda eternidade

5 comentários:

Lacobos disse...

Lindo: Tem dança, ritmo, giros nesse poema, dessa leva desses 3 de hoje adorei esse!

Ganhou estrelinha de boa escritora ;)

Gisella disse...

Concordo com o que o Lacobocos escreveu e assino em baixo xD

Sera que existe um união perfeita???
Uma união realmente athe a morte???

haaa minha amigaaa como heu queria careditar nisso!!!

bjkas athe o proximo post

Gisella disse...

"estes 3 poemas foram realmente uma trinca de Ases"

meucastelodeareia disse...

Só pra saber, e´vc q escreve os poemas?/?

*Cat* disse...

SIM ^^