segunda-feira, 29 de março de 2010

O Observador



Daqui de cima eu vejo a cidade
Ninguém percebe a minha existência
Ninguém conhece o meu nome
Ninguém nunca subiu tão alto

Todos correm como formigas
Preocupados consigo mesmos
Satisfazendo seus loucos desejos
Sem parar um segundo a mais

Ninguém nota o homem em cima do prédio
Ou o pássaro raro flutuando calmamente
O Nascer e pôr do sol tão belo
A poesia que inspira até os distraídos

Eu observo mais um dia esta cidade
E sozinha tento encontrar algo a mais
Perdido entre essa multidão fervorosa
Onde perdi meu coração?

4 comentários:

Tania Girl disse...

Que lindo!!!
Confesso que não gosto muito de poesias, mas eu sempre gosto das suas... elas são perfeitas!!!

Concordo, os homens estão tão preocupados consigo mesmo que esqueceram de notar as coisas simples mas belas da vida. O cantar dos passaros, o sol quando se põe... enfim, as maravilhas que temos, mas não apreciamos.
Amei a poesia!!Linda demais!!!
bjos

Tudo Girl! disse...

q liindo *--*
eu tbm nao gosto mto de poesias.. rs

bj :*

Tudo Girl! disse...

mas as suas sao boas (:

Anonima disse...

Apesar de tudo, dentro do possivel eu gosto do jeito urbano de ser.

Esta seguindo meu blog fielmente nao e' mesmo?
Obrigada :)
Voltarei...

http://freira-no-puteiro.blogspot.com/