segunda-feira, 5 de abril de 2010

Esquecendo-me



Um passo...
Um passo e vou esquecer
Um pequeno passo..
E todo o tempo vai voltar!

Não consigo deixar essa dor ir
Mas nada pode me salvar agora.
Estou tão longe da onde deveria
E você está tão longe de casa...

Cada lembrança vai cedendo seu sentimento
E se tornando um memória alegre e passada,
Se apagando tudo em sua nova mente...
Criando novos sentimentos e novas sensações

Estou sendo enterrada em sua memória
Me tornando apenas uma amiga pra você
Algo tão ínfimo perto do que já fui...
Não há mais espaço aí dentro para mim

Seu coração se torna vivo denovo
E vivificado me transforma em nada
Sou poeira do amor que esqueceu.
Não quero cair tão fundo novamente!

Quero o dom supremo de esquecer.
Quero o dom supremo de mudar tudo.
O que mais quero é estar longe de todos...
E no final o que eu mais queria... era ser amada...

4 comentários:

Tania Girl disse...

é tão triste quando não mais encontramos espaço na vida de alguém.. pelo menos não o espaço que queríamos..
Me identifiquei demais, demais com esse post.

Também queria o dom de poder mudar as coisas.. Queria estar longe de todos, mas também o que mais quero é ser amada...

Perfeito, perfeito!!
Amo demais suas poesias... Ai,ai...
rsrs
bjinhos

Lui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lui disse...

Sei que é muito amada... E não deve ser fácil esquecer-se de alguém como você!

Mas ainda assim, amei tua poesia... Bjão

Lucas P. "Delavour" disse...

Curti bastante este último poema. Abraços, "cat".