segunda-feira, 5 de abril de 2010

Caindo




Estou caindo fundo
Dentro de mim mesma.
Me afundando constantemente
Em mentiras e coisas prometidas.

Eu acreditei em todas suas palavras,
Eu traduzi todos seus carinhos,
Decifrei cada feição sua,
E me tornei sombra.

Sou nada além de um poema
Escrito pelas mãos doídas
De alguém que vive e ama,
Escrevendo para manter sua mente sã.

Chora sem lágrimas, dor...
Grita sem som, ódio...
Sofre sem sangue, amor...
Caindo sem parar em sua mente.

Sanidade me abandonando.
Estou sentindo novamente
O Frio tomar conta de mim
E me levar pra baixo, fundo...

Vou me render dessa vez
Deixar-me cair sem luta
Pois esse é meu destino
Afundar na dor e assistir sorrisos.

4 comentários:

Tania Girl disse...

Triste, mas ainda assim encantadoramente belo..
Você tem tanto talento.. As suas palavras me soam como uma bela música..rs.. eu amo música.
Amei o post!!
Não tenho nem palavras para expressar.
bjos

Lui disse...

Que dramático... ^^
Você tem sérios problemas menininha, mas ainda assim acho que tem um grande potencial!

Bjos

P.S-"Já esperimentou escrever coisas mais, sei lá, alegres?"

Lui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chronnus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.