quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Um post sem poesia...















Primeiramente gostaria de agradecer a todos que me lêem, realmente é gratificante ter tantas visitas em um blog tão pouco divulgado.

Gostaria também de contar-lhes uma pequena tragédia pessoal minha.
Paralelamente ao blog eu escrevia poemas afim publicá-los no que seria meu primeiro livro. Havia conseguido o número aproximado de 70 poemas, só esperava o tempo certo de mandá-los à editora, no entanto o arquivo desses poemas foi acidentalmente apagado para minha COMPLETA frustração e tristeza.
Devido a esse incidente vou ficar um tempo sem publicar poemas meus aqui, para que eu possa terminar meu livro antes da prova da Fuvest... mas não deixarei vcs sozinhos! Postarei poemas (de grandes escritores), que me tocam e inspiram para quem sabe assim, inspirá-los tbm!



Aproveitando o post, vou explicar alguns pontos sobre meu blog e poemas.

O nome do blog, Red rose, foi concebido por causa de uma espécie de símbolo pessoal (assim como estrelas, gatos e a lua).
Desde pequena esta é a única flor que me fascina e esta foi a flor que minha bisa me entregou na última vez que a vi, sem contar as inúmeras histórias e muitos já me compararam com esta rosa... por causa desse sentimentalismo simbólico resolvi deixar esse blog um cantinho meu, onde eu poderia mostrar meu maior amor: a escrita.

Minha forma de escrever acredito ser meio única, não gosto muito do uso de regras, afinal o que quero passar através de meus poemas são sentimentos e sentimentos não são regrados! (pelo menos acredito que não) rs
Procuro sempre deixar uma certa sonoridade, é meio inexplicável, meio pessoal, mas é assim que os mantenho em harmonia.

Minha inspiração não vêm exatemente de fatos que vivi, (as emoções sim, os fatos não) pelo menos em sua maioria, apesar de que recentemente devido a auto-reflexões tenho escrito mais sobre mim.
O tom depressivo predomina, pois é um reflexo do tom soturno que levo minha vida.
quebras bruscas na normalidade do blog com poemas mais fortes, que são partes de meu passado refletidos na escrita, os mais recentes são PUTA (que foi escrito por causa uma amiga que me traiu), FORÇA (que fiz lembrando de um ex que faleceu há quase 3 anos), OBRIGADA (que foi pra ti, Zumbaaaaa!) e LUTO (escrevi por causa de um suicidio que testemunhei este ano).

Cada foto que ilustra os posts são escolhidas a dedo, as vezes passo horas procurando pela imagem certa e as vezes acontece o inverso... acho a imagem e aí parto para a escrita.

Enfim, escrevi mais do que realmente queria (como sempre rs), gostaria de agradecer mais uma vez por cada visita e cada comentário... continuem me acompanhando que logo trarei mais poemas para inspirá-los!


Pra vcs!

Kissus!

5 comentários:

Tania T. disse...

Que terrível, Dany!!

Sinto muito mesmo..


Bom, sabe que sou sua fã não é? Foi com você que aprendi a gostar de poemas e hoje sou completamente apaixonada!!! *-*
Pois é, sou a grata a você por isso.. porque realmente o mundo da literatura é um mundo maravilhoso!!!

Então, desejo toda sorte do mundo pra você!!

Estou torcendo pra que dê tudo certo... para que tudo saia como você espera.

Então, estarei aki ainda te acompanhando.. não deixe de postar, mesmo que seja de outros autores ok?

Beeijo

Lucas P. "Delavour" disse...

Massa. Tomara que esse livro saia logo! Lembra? Desde quando eu te conheci há a promessa desse livro. Boa sorte e grande abraço.

Lucas P. "Delavour" disse...

Massa. Tomara que esse livro saia logo! Lembra? Desde quando eu te conheci há a promessa desse livro. Boa sorte e grande abraço.

Drizana Ribeiro disse...

Oh.... Que lindo !!!!!! O seu cantinho é muito bom !!! Continue assim ! Muita sorte! E que o seu livro dê super certo !
Bjs, Dri!

Anônimo disse...

Si, probabilmente lo e