sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Deleite


















Olhos perdidos na escuridão
onde somente a alma se encanta
experiencias perdidas na solidão
que somente a lembrança conta

Beijo eterno que me faz sonhar
Toque suave de mãos santas
Corpos perdidos ao luar
historias a se contar

Perco-me entre pernas e beijos
Enlaço braços, sussuros e desejos
No deleite mais profundo das almas
Onde corpo e espírito se tornam um...

5 comentários:

Tania T. disse...

"Onde corpo e espirito se tornam um..."

Perfeito!!! =D

bjoo

Garotinha Ruiva disse...

Experiências perdidas na escuridão... Beijo eterno que me faz sonhar... Tudo lindo e íntimo. O transaplantar de dentro pra fora o sentimento é algo difícil.

Lacobos disse...

Perfeito, puro e simplesmente perfeito.

Bjs

Drizana Ribeiro disse...

Lindas palavras!
Não sei como você consegue criar poemas tão tocantes, mas continue assim !
Bjs, Dri!

Matti disse...

Íntimo, intenso, honesto e agradável