domingo, 9 de janeiro de 2011

Apelo














Olhe dentro de mim por respostas
Rasgue os motivos dessa dúvida
Prove do meu beijo por todo tempo
Até que o coração se faça verdadeiro.

Apague todas luzes da casa
Venha toda vestida de noite
Me embale nessa linda canção
Para que eu possa apenas sonhar

Do que vale amar sem medo?
Do que vale a rosa na roseira?
Vamos nos embalar mais uma vez
Nesse sonho tão doce, tão faceiro.

7 comentários:

Chronnus disse...

Como sempre MUITO BOM! Fazia tempo que não comentava nada seu, menininha... Mas com a volta den seus poemas, resolvi estar de volta também!

Continue escrevendo dai que prometo estar sempre daqui lendo emocionado...

Bjo
Te Cuida

Tania T. disse...

Eeii!!

É de autoria sua né? Tava com saudades das suas palavras.

Amei'

Bjoo

Drizana Ribeiro disse...

Oiê !!
Ótimo poema !
ADOREI !
Que possam vir muito mais e que eles sejam ainda mais perfeitos do que já são !
Bjs, DRI !

Alessandra, disse...

É da sua autoria, tá de parabéns....muito lindo...bjs


www.mdemulhermoca.blogspot.com

Garotinha Ruiva disse...

De que vale a rosa na roseira....

De que vale o seonho que não pode ser vivido?

A felicidade é algo constante em nossas vidas, lado a lado conosco. Por vezes é difícil enxergá-la porque busca nos torna cegos. A única saída é viver. Viver pra descobrir, errar, acertar; viver para um dia contar uma história vivida.

Garotinha Ruiva disse...

E essa foto, perigosamente familiar.

Lacobos disse...

Delicadeza na imagem e nas palavras... fascinante essa escrita, mesmo.

Bjs