terça-feira, 13 de outubro de 2009

Trindade




Já perdi as contas de quantas vezes perdi a cabeça
Já perdi as contas de quantas vezes quis me perder
E deixar minha mente vagar totalmente sozinha
Mas nada funciona como desejamos que funcione

Eu estava ficando totalmente insana e perdida
Mas eis que há dois anos duas pessoazinhas vieram
E me fizeram perceber que eu não precisa cair tão fundo
E que nada dura pra sempre e há um equilíbrio de tudo

Eu sei que sou do tipo quebrada demais pra seguir
Sou do tipo arranhada demais pra não sentir dor
E mesmo quando estou tão acuada a ponto de atacar
Vocês me pegam pela mão e me arrastam devolta

Obrigada por serem a luz quando estou indo pra escuridão

Por serem o único lugar confiável e seguro em meio a tudo isso
Eu não sei como estaria sem essa luz, mas eu não seria quem sou
Vocês me trouxeram meus sonhos despadeçados e os remendaram!

Nada pode preencher o vazio de quando vcs estão longe
Mas nada pode substituir a felicidade de tê-los comigo
Maninhos, não me importo com nada desde que vcs me vejam como sou
E estejam comigo sempre, mesmo durante mil anos ou mais

Destino é algo complicado, mas estava mais que escrito
Nenhum amor é maior que o que sinto por vcs... amo-vos mui!
E que os deuses nos auxiliem nesta caminhada ao infinito
Pois eu não ficarei longe, mesmo com todos esses km´s!

Vcs estão tatuados em meu coração e espírito... AMO-VOS MUI e DEMAIS!


Sei que este post não é o suficiente para agradecê-los por tudo que vcs fizeram, fazem e farão por mim mas é uma maneira de dizer que amo-vos demais =^.^=.
Obrigado por serem Jú e Zumba!

Um comentário:

Lacobos disse...

A Jumba e o Zú são phodásticos mesmo!
=]